O melhor de Toronto nas duas últimas semanas de abril

Dá para acreditar que já passamos do meio do mês de abril? Num país onde parece que as estações frias demoram mais do que deveriam para passar e as quentes vão embora num piscar de olhos, planejamento é a palavra-chave para curtir tudo o que a primavera e o verão têm a oferecer.

Aqui, uma seleção dos melhores programas para as duas últimas semanas de abril:

18 a 23 de abril – Canadian Music Week

Seis noites, 60 locais diferentes, mil artistas e somente uma pulseira de acesso. Entre de cabeça no cenário musical canadense e espere ouvir de tudo, de música synthpop, como a da cantora e compositora prata da casa Allie X a um indie rock contagiante, como o da banda Wolf Parade, de Montreal. Além de bandas made in Canada, o festival recebe músicos do mundo todo, funcionando como uma espécie de incubadora de novos talentos.

22 de abril: Earth Day (Dia da Mãe Terra)

O Dia da Mãe Terra foi criado pelo senador americano Gaylord Nelson, em 22 de abril de 1970, com o objetivo de expandir o debate sobre os problemas ambientais que afligem o nosso planeta, como: poluição, danos à biodiversidade, abuso dos recursos naturais. Por sua importância, a data foi reconhecida pela ONU, em 2009, que instituiu o Dia Internacional da Mãe Terra.

Neste dia, pessoas do mundo todo são convidadas a engajar em atividades que ajudem a melhorar as condições de vida no nosso planeta, seja plantar uma árvore, incentivar reciclagem, usar menos energia elétrica, entre outros.

A ONG Earth Day Canada estará com o playground  pop-up Wild About Canada (Doido pelo Canadá), entre 11h e 15h, no parque Trinity Bellwoods Park, que fica entre as ruas Queen Street West e Dundas Street West, à oeste da rua Crawford, lado norte do parque. A ideia é deixar a garotada brincar e explorar o meio-ambiente e possibilidades de diversão, sem brinquedos high-tech, à vontade e sem ser direcionado por adultos, faça o tempo que fizer: na chuva, na lama, frio ou calor. Como fazíamos antigamente, lembra?

Foto: Earth Day Canada Facebook

De 27 de abril a 7 de maio – Hot Docs

O festival de documentários, que também é conferência e feira de eventos, é o maior e mais importante do gênero na América do Norte, atraindo participantes do mundo todo e uma audiência de mais de 200 mil expectadores. As exibições acontecem no lendário prédio Hot Docs Cinema, no coração da descolada área conhecida como Annex, nas salas da casa do festival internacional de cinema de Toronto, o TIFF Bell Lightbox e cinemas ao redor da cidade.

O Brasil estará sendo representado por dois documentários: Estado de Exceção (State of Exception), do diretor torontoniano Jason O’Hara e Divinas Divas, primeiro filme dirigido pela atriz brasileira Leandra Leal.

Foto: Hot Docs website

30 de abril – o Wonderland abre suas portas

Para quem é da época do saudoso Playcenter, de São Paulo, o parque temático Wonderland vai parecer um déjà vu melhorado turbinado. Wonderland é o maior parque de diversões do Canadá, ocupando mais de 130 hectares de área, em Vaughan, subúrbio ao norte de Toronto. Sazonal, fecha no inverno e reabre no início da primavera até meados de outono. Com mais de 200 atrações (sendo 16 montanhas-russas), parque aquático e uma área somente para crianças pequenas, batizada de Snoopy Land (Terra do Snoopy), não dá para visitar Toronto sem tirar um dia só para ele.

Duas novidades para 2017: no parque aquático Splash Works, o Muskoka Plunge, toboágua de 18 metros com quatro escorregadores em forma de câmara curvilínea que desembocam em queda livre numa velocidade aproximada de 40 km/h. Para quem prefere emoções no ar, o Soaring Timbers, atração em forma de pêndulo, onde tudo gira ao mesmo tempo agora: tanto o pêndulo em si, que dá um 360 completo no ar, quanto suas cabines: duas gôndolas gigantes, fazendo uma rotação em torno de si mesmas. Tudo em alta velocidade, é óbvio.

Foto: Wonderland website

De 30 de abril a 20 de maio – Tosca

Encerrando a temporada 2016/2017 de espetáculos da Companhia Canadense de Ópera (Canadian Opera Company) Tosca, uma das mais populares óperas do mundo. Do aclamado diretor Paul Curran, traz um belíssimo cenário e trajes suntuosos, num drama tenso de paixão e traição vivido em meio às Guerras Napoleônicas da Roma do século XIX. Canadian opera company, Four Seasons Centre for the Performing Arts. 145 Queen Street West. 

Foto: Canadian Company Opera website