Onde ver o florescer das cerejeiras em Toronto

Trinity Bellwoods Park – foto: SeeTorontoNow IG

Para quem mora em cidades com um inverno tão longo e intenso como o de Toronto, a chegada da primavera é um fato a ser muito, mas muito bem comemorado. E se todas as estações de ano têm seus símbolos, como a neve branca e perfeita mudando o contorno da cidade durante os meses frios, o outono com seus tons espetaculares de amarelo, vermelho e laranja, o colorido alegre do verão, o que simboliza a primavera em Toronto? A delicadeza e graça do florescer das cerejeiras.

Se você estiver pesquisando sobre o que fazer em Toronto nesta época do ano, deve ter percebido que este é o assunto em pauta, todos estão falando nelas: as cerejeiras, especialmente as do parque mais famoso de Toronto, o High Park.

Assistir ao florescer das cerejeiras ou Cherry Blossom, como dizemos por aqui, é um dos eventos mais aguardados da estação, por dois motivos: porque é lindo mesmo e porque nos faz lembrar de que é hora de guardar o casacão e as botas de inverno, ao menos até novembro!

No Hemisfério Norte, fala-se muito sobre o Cherry Blossom em Washington DC, nos EUA, mas Toronto também tem suas árvores Sakura pra chamar de suas. Em 1959, o então embaixador japonês no Canadá, Toru-Hagiwara, presenteou a cidade com 2.000 mudas da espécie em nome dos cidadãos de Tóquio pelo suporte que os torontonianos ofereceram aos refugiados japoneses depois da II Guerra Mundial. A maioria das mudas foi plantada no High Park e seu entorno, como a lagoa Grenadier, um dos locais preferidos para apreciação do espetáculo.

Veja onde apreciar este espetáculo da natureza em Toronto e arredores:

High Park – Sem dúvida, o lugar mais popular para ver a floração das cerejeiras na cidade. Os websites High Park Nature Centre e Sakura Cherry Blossom acompanham o progresso diário do florescer das cerejeiras no parque, com previsões acuradas do espetáculo. Estima-se que elas desabrochem entre o final de abril e início de maio mas, com as mudanças climáticas que estamos experimentando, como a chuva congelante do final de semana, fica difícil pontuar com exatidão quando acontecerá (as flores de cerejeira não desabrocham se afetadas por temperaturas congelantes em seu estágio inicial de floração).

Espere multidões, sendo o parque normalmente lotado em qualquer estação do ano. Uma boa ideia é visitá-lo em horários incomuns, como segunda-feira de manhã (você está de férias mesmo!). Quase não há vagas para estacionar dentro do parque. Vá de transporte público ou deixe o carro em estacionamentos próximos a ele.

Quando ir? Este quadro mostra o pico do desabrochar das cerejeiras no High Park nos anos anteriores. Assim que souber a data, corra para ver o espetáculo, que dura pouco, coisa de dois ou três dias, dependendo do tempo e das condições climáticas, como vento e chuva. 1873 Bloor Street.

Fonte: High Park Nature Centre

Centennial Park – O segundo lugar com mais cerejeiras em Toronto, com mais de 200 árvores delas, localizadas próximas do seu conservatório às áreas entre a Rathburn Rd e Centennial Park Blvd. 151 Elmcrest Road.

Broadacres Park – Parque em Etobicoke, vizinhança à oeste de Toronto, com 100 árvores Sakura plantadas em sua porção sudoeste. 35 Crendon Drive.

Trinity Bellwoods Park – Ainda movimentado mas com menos aglomeração de gente (e de árvores Sakura), rende fotos lindíssimas para a sua conta do Insta, com a CN Tower de fundo. 790 Queen Street West.

Cherry Street – Com um nome destes, era de se esperar ver árvores da espécie nesta rua, certo? São 45 delas no caminho que leva à Cherry Beach, na esquina das ruas Cherry Street e Villiers.

Robarts Library – Nos arredores da Universidade de Toronto, com 70 árvores Sakura formando um magnífico dossel no caminho do gramado entre as ruas Harbord e Huron.

Toronto Islands – Pegue a balsa e vá ver as 30 cerejeiras de Toronto Islands, as ilhas de Toronto, tendo o skyline da cidade ao fundo e sem nenhuma muvuca. Melhor que isso, só no Japão!

 

Bom Passeio!