Inclua a feira de décor National Home Show no seu itinerário

IMG_3942

Quase nunca incluímos uma feira, um espetáculo, um show de rock, coisas assim, num roteiro de viagens. Claro, a não ser que a viagem seja, especificamente, para ir à tal feira, para ver um show da Broadway ou porque somos fãs daquela banda e a seguimos por onde for. Então, fica aqui o convite: por que não ousar e fazer algo diferente? Especialmente se os planos são ficar na cidade por um tempo prolongado.

Como toda cidade cosmopolita, Toronto tem um calendário de eventos farto em qualquer estação do ano, mas que parece ser sensível às oscilações do termômetro: quanto mais quente lá fora, mais opções oferece. Com a primavera logo ali na esquina (apesar da nevasca desta semana), já vemos que ele começa a “borbulhar”, com mais eventos e mais estréias a cada semana.

Hoje eu fui até o National Home Show, a maior feira de decoração, design e jardinagem da América do Norte. Começou dia 10 e vai até o próximo domingo, dia 19, com mais de 750 expositores divididos em dois grandes pavilhões distintos: reformas, móveis e decoração de um lado; jardinagem e design de espaços externos do outro.

O lugar é imenso, por isso aconselho perder alguns minutos para reconhecer o terreno e marcar os estandes de maior interesse a serem visitados.

Comece cedo e programe-se: tem muito território a cobrir

Comece cedo e programe-se: tem muito território a cobrir

IMG_3876

Porta de correr estilo celeiro – ainda tendência, agora com utilidades extra, como esta aqui, com lousinha.

É tanto para ver, tocar, experimentar que até dá para esquecer que a feira tem dois pavilhões. Eu quase fui embora sem passar pelo Canada Blooms, o espaço para jardinagem e design de espaços outdoor. Seria uma pena, olha o que iria perder:

IMG_3904

Arranjo em comemoração aos aniversário de 150 anos do Canadá

Um dos momentos mais tocantes foi passear pelo magnífico espaço The Secret Path, criado pelo paisagista Joe Genovese e a fundação The Gord Downie & Chanie Wenjak Fund em homenagem ao menino Chanie Wenjak, de 12 anos, um indiozinho nativo do Canadá que foi separado de sua tribo, para ser reeducado de acordo com os preceitos da sociedade branca da época. Internado nas chamadas Indian Residential Schools (Escolas-Residências para os Índios), Wenjak fugiu para tentar voltar para casa, a 600 quilômetros de distância.

Mais de 3.000 crianças foram separadas de suas famílias durante os anos em que estas instituições funcionaram, entre 1870 a 1996. Em 2008, o governo do Canadá emitiu um pedido de perdão oficial a todo o seu povo aborígene.

indian schools alessandra cayley toronto

The Secret Path (“A Passagem Secreta”) e imagem do menino Chanie Wenjak


The National Home Show e Canada Blooms 

10 a 19 de Março, Exhibition Place, prédio Enercare

Sexta (17) e sábado (18) das 10 às 21h; domingo (19) das 10 às 17h
Ingressos a $20 (adultos 18-64 anos), $17 (idosos acima de 65), $16 (jovens de 13-17), gratuito para crianças até 12 anos