Nuit Blanche, a noite mais espetacular do ano, em Toronto

Foto: Nuit Blanche Divulgação

Imagine um lugar onde, por uma noite inteira e assim que o sol se põe, a cidade é transformada numa imensa galeria de arte, com exibições nas ruas, nas praças, nos parques, nos lugares mais improváveis, também nas principais galerias e museus do lugar. E tudo de graça, ao alcance de todos. Uma noite onde ninguém se atreve a dormir porque a “mágica” só dura até o amanhecer do dia seguinte, quando tudo volta ao normal, só ficando mesmo as lembranças de tão especial acontecimento.

Agora, pode parar de imaginar, e só leia este post até o final para saber mais sobre esta noite de sonho que realmente existe, chamada de Nuit Blanche, quando Toronto vira, de verdade, uma grande galeria de arte contemporânea ao ar livre.

Como contamos aqui, o termo Nuit Blanche signifca “noite sem dormir” e dá nome ao evento anual que começou em Paris, em 2002, e que hoje ocorre em mais de 100 cidades ao redor do mundo.

A ideia é promover uma noite de celebração à arte contemporânea, com instalações ao ar livre e dentro das principais instituições de arte da cidade, começando ao anoitecer e indo até os primeiros raios de sol do dia seguinte.

Como curtir o Nuit Blanche Toronto

Nesta 12ª edição do Nuit Blanche Toronto, serão mais de 85 instalações de arte, criadas por 350 artistas nacionais e internacionais, a maioria localizadas no miolinho da cidade. Por isso, a melhor maneira de aproveitar o Nuit Blanche é a pé, tendo feito um mapinha do que se quer ver,, com antecedência, porque há instalações mais afastadas do centro, também.

Utilize o mapa interativo disponível no website do evento, que dá a localização de cada projeto, o endereço das instituições participantes e dos dois postos de informações que funcionarão no dia: um no Nathan Phillips Square, o espaço na frente da prefeitura (City Hall) e outro nos jardins do Queen’s Park, a casa da Assembléia Legislativa de Ontário.

O TTC, transporte público da cidade, vai funcionar a noite toda, estendendo o horário limite de uso dos passes Single Day, Family Day e e-Tickets até 7 horas da manhã de 1º de outubro, assim como o Metropass de setembro.

Quem estiver de carro, pode estacionar de graça, durante toda a noite, nos estacionamentos de metrô com estive serviço.

Caminhada mais segura e com bastante companhia

Este ano, trechos das ruas Queen Street West, Bay Street, Queen’s Park Crescent e McCaul Street will estarão fechadas para veículos, especialmente para o Nuit Blanche.

Por falar em caminhada, prepare-se para andar muito, e espere companhia, muita companhia. No ano passado, o evento levou mais de um milhão de pessoas às ruas de Toronto.

Os pontos de maior acúmulo de visitantes são: o espaço Nathan Phillips Square e o quarteirão Yonge-Dundas Square. Uma dica é passar por estes locais logo que o Nuit Blanche começa, lá pelas 6 da tarde ou voltar bem de madrugada, lá pelas 4 da manhã.

Atenção redobrada com crianças e se estiver com um grupo grande de pessoas, porque pode acontecer de alguém acabar ficando para trás. Leve comidinhas e água na bolsa e agasalhe-se bem, pois as noites nesta época do ano já são bem frias. Use e abuse dos acessórios de inverno: jaqueta e meias grossas, touca, luvas, cachecol, e alterne o passeio entre instalações ao ar livre com exibições indoor, para não ficar muito tempo exposto às baixas temperaturas.

Aqui uma lista dos principais museus e galerias que estarão participando do Nuit Blanche Toronto deste ano:

  • 401 Richmond – com exibições no basement e andar principal
  • Aga Khan – com instalação de arte especial para o evento e a galeria Bellerive aberta a noite toda. As restantes, abertas até às 23:30h, além de shows e workshops, das 19h às 22h.
  • AGO (Art Gallery of Ontario) – com exibição especial para o evento e as galerias do primeiro andar abertas
  • AYP (Artscape Youngplace) – participando com os estúdio do andar principal
  • Bata Shoe Museum – todo o museu estará aberto para o Nuit Blanche
  • EDIT (Expo for Design, Innovation and Technology) – com instalações nas galerias do 1º andar e do lado de fora do prédio
  • Gladstone Hotel – com as galerias do 2º andar abertas
  • OCAD U (Antiga Ontario College of Art and Design)- com quatro instalações de arte em diferentes locais da cidade
  • ROM (Royal Ontario Museum) – com a instalação de arte Family Camera e átrio principal aberto
  • Ryerson Image Centre: todas as galerias estarão abertas para o público

 

Bom passeio!